Marconi Perillo é preso após decreto da Justiça Federal

Uncategorized

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Operação Cash Delivery

Marconi Perillo é preso ao prestar depoimento à Polícia Federal em Goiás

Por Gabriela Coelho

A 11ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária de Goiás decretou, nesta quarta-feira (10/10), a prisão do ex-governador de Goiás, Marconi Perillo. Ele foi preso enquanto prestava depoimento na Superintendência da Polícia Federal (PF) em Goiás.

A prisão foi determinada pelo juiz Rafael Angelo Slomp, da 11ª Vara Federal Criminal da capital goiana no âmbito da Operação Cash Delivery, que investiga o pagamento de propina para suas campanhas eleitorais.

O caso tramitava no Superior Tribunal de Justiça, mas foi enviado à Justiça Federal de Goiás em abril, após Perillo deixar o governo para se candidatar ao Senado.

Por nota, o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, que defende o político, afirmou que não há fato novo que justifique a prisão do ex-governador.

“O novo decreto de prisão é praticamente um “cópia e cola” de outra decisão de prisão já revogada por determinação do TRF 1. Não há absolutamente nenhum fato novo que justifique o decreto do ex-governador Marconi Perillo, principalmente pelas mencionadas decisões anteriores que já afastaram a necessidade de prisão neste momento. Na visão da defesa, esta nova prisão constitui uma forma de descumprimento indireto dos fundamentos das decisões de liberdade concedidas a outros investigados”, afirmou o advogado.

Gabriela Coelho é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 10 de outubro de 2018, 17h10

0 comentários

Ver todos comentáriosComentar

Fonte: https://www.conjur.com.br/2018-out-10/marconi-perillo-preso-decreto-justica-federal